Dupla armada invade canil municipal e sequestra duas éguas em Franca, SP

Duas éguas foram sequestradas do canil municipal de Franca (SP) na madrugada desta terça-feira (9). Segundo funcionários, dois homens armados invadiram o recinto no bairro City Petrópolis, renderam o vigia e fugiram com os animais.

Vídeo: Animais recolhidos nas ruas são alvos de sequestradores em Franca, SP.

Esta é a quarta vez no ano que o canil é alvo de criminosos. Ninguém foi preso.

As éguas foram levadas ao local no sábado (6) e no domingo (7) após serem recolhidas na área urbana. Segundo moradores, elas ofereciam riscos de acidentes no trânsito.

Por volta das 3h30, dois homens armados arrombaram o cadeado do portão do canil e renderam o vigia noturno. O funcionário foi colocado no banheiro e recebeu ameaças de morte.

“Eles estavam agressivos e apontaram a arma para a cabeça do vigia, xingando. Foi uma situação muito complicada e nova. Foi a primeira vez que entraram pessoas armadas. O vigia ficou muito assustado, está muito abalado”, diz o fiscal sanitário Felipe Granzoti.

Em quatro meses, nove animais foram levados do canil. O fiscal suspeita que os responsáveis pelas ações sejam os próprios tutores, que se recusam a pagar as diárias referentes aos dias de abrigo no local para que possam retirá-los.

“Os proprietários não tomaram o cuidado de mantê-los presos e a gente teve que fazer o recolhimento. Todo o trabalho da Vigilância referente ao recolhimento de animais não é uma atitude que nós queremos tomar. Nós tomamos para evitar os acidentes, é uma prevenção”, afirma Granzoti.

Após ter o animal retirado das vias públicas pela Prefeitura, o dono tem o prazo de oito dias para manifestar o interesse em resolver a situação. Identificado, ele responde a um processo administrativo e precisa pagar as despesas com o trato no canil para liberação do bicho.

“A partir do oitavo dia que os animais estão aqui e o dono ainda não manifestou interesse em retirá-lo, a Prefeitura coloca ele em leilão. Qualquer interessado pode arrematar e levar”, explica Granzoti.

De acordo com o fiscal, há um projeto em curso para a instalação de câmeras de seguranças e construção de um muro para cercar o canil. A Prefeitura, no entanto, não informou um prazo para as melhorias.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.