Elefante deprimido vive sozinho em zoológico há 40 anos

4199
Elefante deprimido vive sozinho em zoológico há 40 anos

Conhecido como “um dos elefantes mais tristes do mundo”, ele vive sozinho em um zoológico nas Filipinas desde 1977, quando morreram seus dois últimos companheiros.

Foi divulgada nas redes sociais a imagem de um elefante “deprimido” que vive sozinho em um zoológico de Manila, nas Filipinas, por 40 anos. Na foto se observa como este animal, definido pela organização pelos direitos dos animais PETA como “um dos elefantes mais tristes do mundo”, olha para a parede de seu ambiente cativo inóspito.

De acordo com o jornal Metro, este elefante, chamado Mali, nasceu no Sri Lanka, mas depois foi trasladado para as Filipinas com poucos anos de vida. No começo ele viveu com outros dois animais, que morreram em 1977, deixando assim Mali sozinho em seu recinto.

O destino do animal é um tema de preocupação para muita gente. Mais de 125 mil pessoas já assinaram uma petição publicada no website da PETA exigindo o traslado de Mali para um estabelecimento na Tailândia, que tem condições mais confortáveis como espaços abertos, vegetação fresca e a companhia de outros elefantes.

De acordo com a PETA, “os elefantes selvagens participam de atividades de até 20 horas por dia, se movendo e socializando com outros elefantes. O zoológico inteiro de Manila mede somente 0.05 quilômetros quadrados e o cercado de Mali é uma pequena parte disso”, acrescentou a organização.

Por causa disso, os ativistas sinalizam que Mali tem problemas em suas articulações por ter que ficar de pé sobre o concreto o tempo todo.

Tradução de Alice Wehrle Gomide

Fonte: TN8 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.