Shopping Santa Úrsula recebe exposição de fotos de elefantes do Santuário de Elefantes Brasil. — Foto: Arquivo Santuário de Elefantes Brasil (SEB)

Elefantes resgatados de cativeiro inspiram exposição gratuita em Ribeirão Preto, SP

Elefantes que foram submetidos a precárias condições de isolamento e cativeiro ganham a oportunidade de reabilitação em um ambiente silvestre, em um santuário na Chapada dos Guimarães, no Mato Grosso, longe dos olhos de visitantes. Mas um retrato da rotina desses animais pode ser conferido na exposição “Santuário de Elefantes Brasil”, aberta e com entrada gratuita em um shopping de Ribeirão Preto (SP) até 28 de abril.

A mostra traz imagens e painéis explicativos do trabalho realizado por uma organização sem fins lucrativos, que atua desde 2010 à procura de elefantes colocados em situações críticas em zoológicos, circos e fazendas. Um inflável de quatro metros de altura, que reproduz um animal que morreu no início deste ano, também chama a atenção de quem visita a exposição.

“A finalidade é dar um abrigo para que esses animais voltem para a natureza, para que sejam encaminhados para seus lugares de origem para viver com o comportamento da espécie”, explica Daniel Moura, biólogo do Santuário de Elefantes Brasil.

Fotografias do Santuário de Elefantes Brasil são expostas no Shopping Santa Úrsula em Ribeirão Preto (SP) — Foto: Patrícia Santos
Fotografias do Santuário de Elefantes Brasil são expostas no Shopping Santa Úrsula em Ribeirão Preto (SP) — Foto: Patrícia Santos

Entre as histórias que podem ser conhecidas pelo público estão relatos e imagens sobre as elefantas Maia e Guida, resgatadas em 2016 em Paraguaçu (MG). Segundo o biólogo, além de serem exploradas por 40 anos em um circo, elas ficaram por seis anos acorrentadas, sem poder se tocar, em uma fazenda.

“Era uma área com cerca elétrica de 1,5 mil metros quadrados, mas como estavam acorrentadas, andavam cerca de cem metros quadrados. Elas estavam em péssimas condições”, relata Moura.

Outro animal retratado na exposição em Ribeirão, Rana foi resgatada em 2018 em Aracaju (SE).

“O novo proprietário da fazenda entrou em contato com a gente para doá-la. Não era mais o proprietário que explorava os animais e ele procurou um local mais adequado. Cerca de 30 a 45 dias a gente já estava resgatando a Rana. Foram quatro dias de viagem”, conta o biólogo.

Elefanta Guida foi resgatada junto de Maia em 2016 pela equipe do Santuário de Elefantes Brasil. — Foto: Arquivo Santuário de Elefantes Brasil (SEB)
Elefanta Guida foi resgatada junto de Maia em 2016 pela equipe do Santuário de Elefantes Brasil. — Foto: Arquivo Santuário de Elefantes Brasil (SEB)

Segundo a assessora administrativa do santuário, Cassia Motta, a ideia da exposição é fazer com que as pessoas se conscientizem sobre os problemas enfrentados pelos elefantes em cativeiro.

“O santuário não é aberto para visitação, mas, na exposição, você pode tirar dúvidas, aprender com os painéis informativos e ver a recuperação através das imagens”, afirma.

Serviço

  • Exposição ‘Santuário de Elefantes Brasil’
  • Data: até 28 de abril
  • Horário: das 10h às 22h
  • Endereço: Shopping Santa Úrsula (Rua São José, 933 – Centro/ Ribeirão Preto- SP)
  • Informações: pelo site do Shopping Santa Úrsula ou pelo telefone (16) 2102-7400.

Por Stephane Teles, G1 Ribeirão Preto e Franca (sob a orientação de Rodolfo Tiengo)

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.