Em apenas um trecho da rodovia que liga cidades da região, 40 animais são atropelados por mês — Foto: Arteris/Divulgação

Em apenas um trecho da Rodovia Washington Luís, 40 animais são atropelados por mês

Apenas no trecho de São Carlos a Cordeirópolis (SP), na Rodovia Washington Luís (SP-310), aproximadamente 40 animais são atropelados por mês, segundo concessionária que administra a estrada.

VÍDEO: Em apenas um trecho da rodovia que liga cidades da região, 40 animais são atropelados por mês

Vários flagrantes são feitos pelas câmeras da Arteris (veja vídeo acima).

Como reagir

De acordo com a analista de tráfego Raquel de Oliveira, quando o motorista perceber a presença de animais na pista, a primeira orientação é não frear.

“O que nós sempre orientamos é a direção defensiva, então o motorista precisa estar na velocidade adequada da pista, sempre obter a distância do veículo da frente e quando observar no retrovisor se existe algum veículo, sinalizar com o pisca alerta para frear com segurança”, explicou.

Raquel alerta ainda para que os motoristas evitem usar o farol alto quando avistarem animais. A luz pode assustar, paralisar ou até fazer com que eles avancem sobre os veículos.

“O ideal é desviar do animal e informar a concessionária para captura-lo”, disse.

Atropelamento

Em casos que o motorista não consiga evitar o atropelamento, é importante que o carro seja parado em um lugar seguro e a concessionária seja avisada imediatamente.

“A nossa orientação é que sempre pare o veículo em um lugar seguro, informe a concessionária e nunca tente mexer no animal, porque ele pode ser agressivo e causar mais acidentes”, explicou.

Resgate de animais

A concessionária tem um projeto para cuidar dos animais abandonados na pista. Logo que são resgatados, são avaliados por um veterinário e encaminhados a ONGs de proteção.

Muitos animais encontrados são domésticos e foram abandonados pelos donos.

“São animais que foram abandonados ao longo do trecho e esses animais ficam assustados e vão para a rodovia, então é importante pedir para que as pessoas tenham essa consciência e não abandonem jamais porque pode causar uma acidente e outras vidas podem se ferir”, disse.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.