Em Tijucas (SC) 41 pessoas são presas envolvidas na prática de rinha de galo

330
Em Tijucas (SC) 41 pessoas são presas envolvidas na prática de rinha de galo
Em Tijucas (SC) 41 pessoas são presas envolvidas na prática de rinha de galo

Nessa semana 41 pessoas, entre elas quatro menores e duas mulheres, foram flagradas pela prática de rinha de galo e a incidência do crime de maus-tratos a animais, no interior de Tijucas.

A guarnição da polícia militar ambiental, atendeu um pedido do ministério público estadual na verificação de tais práticas. Depois das informações obtidas e de um trabalho de inteligência, o 2° pelotão da polícia militar ambiental (Tijucas), em conjunto com a 3° companhia da polícia militar (Tijucas) e a companhia integrada de desenvolvimento agrícola de Santa Catarina (Cidasc), foram até o local identificado e flagraram a prática de rinha de galo.

No local foram flagrados dois galos que já estavam preparados para a rinha e que já estavam postos no equipamento conhecido como tambor (local das brigas). Ainda foram localizados galos presos em baias individuais para serem utilizados na prática da rinha, outro já morto e uma pequena criação dessas aves. Foram apreendidos petrechos diversos como esporas, biqueiras, seringa descartável e bisnagas de medicamentos diversos.

Finalizando a ocorrência, foi realizado levantamento fotográfico dos materiais apreendidos, das aves apreendidas e a qualificação das pessoas envolvidas pela responsabilização penal e administrativa. Os fiscais da Cidasc fizeram a lavraturas dos competentes documentos e apreensão das aves para destinação ao abate.

Fonte: Vip Social


Nota do Olhar Animal: As aves são “salvos” da rinha e enviadas para o ABATE. Mais uma vez, a lei que protege os bichos é usada para exterminá-los, como a CIDASC faz também com os bois resgatados das farras.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.