Fábrica em São Paulo concede período de licença para quem adotar animal. (Foto: Pixabay)

Empresa dá licença de 8h para quem adotar um animal

No interior de São Paulo, uma fábrica de rações concedeu uma série de vantagens aos funcionários que têm animais. Desde 2016, eles permitiram que seus colaboradores levassem pets para o escritório. Agora, a novidade é a ‘licença paternidade’.

O novo benefício visa liberar um funcionário pelo período de 8h, caso tenha adotado um animal de estimação. O objetivo é ajudar na adaptação. Bichos que forem levados para o ambiente de trabalho ganham um crachá de identificação e estão livres para circular pela empresa.

Segundo Silvia Maria Pavarina, gerente de RH, muitas pessoas se surpreenderam com a iniciativa. Ela tem um gato e defende a ideia da chamada ‘política pet friendly’.

– A gente entende o impacto que eles exercem na vida do ser humano. Quem não tem a história de um bichinho de estimação para contar. As pessoas desenvolvem relações afetivas com você porque tem um interesse em comum. Isso melhora o clima num todo – declarou a um portal de notícias.

Outros funcionários também viram na prática um estímulo para trabalhar na empresa.

– Eu já trabalhava com animal e é uma coisa que eu faço questão. Então, estando aqui era uma coisa que eu sentiria falta porque a gente não tem contato direto com o animal, mas com essa política é algo que facilita muito a vida – disse Maiara Vieira, veterinária que deixou uma clínica para trabalhar no Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) da fábrica.

Fonte: Pleno News 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.