Entidade de proteção a animais critica uso de pinguins em jogo de hóquei nos EUA

Entidade de proteção a animais critica uso de pinguins em jogo de hóquei nos EUA

O uso de pinguins, símbolo do Pittsburgh Penguins, durante uma partida da temporada de hóquei sobre gelo nos EUA foi duramente criticado pela PETA, entidade que defende o tratamento ético de animais.

O jogo entre Penguins e Philadelphia Flyers, no fim de semana passado, foi organizado pela NHL (a liga nacional de hóquei) como um evento especial chamado Stadium Series, quando a partida é promovida fora de um ginásio – na ocasião, o jogo foi disputado no Heinz Field, estádio de futebol americano em Pittsburgh.

Pinguins do zoológico de Pittsburgh entraram no ringue de patinação antes do jogo, e aparentemente ficaram bastante assustados com uma explosão pirotécnica.

“É inerentemente estressante para animais selvagens – que são extremamente sensíveis a mudanças de ambiente – que sejam levados à força e expostos ao barulho da torcida, com ou sem explosões acontecendo. Fãs de hóquei querem ver atletas talentosos competindo, não animais tímidos aterrorizados” disse o vice-presidente executivo da PETA, Tracy Reiman, em uma carta divulgada à imprensa.

O zoológico de Pittsburgh se defendeu alegando que os animais estavam ‘muito confortáveis ao redor das pessoas e que foi uma experiência enriquecedora para eles experimentar novos sons, visões e cheiros’.

Tanto a NHL quanto o Pittsburgh Penguins não quiseram comentar o assunto, alegando que o zoológico já havia explicado a situação.

Fonte: O Globo

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.