Equipe da FPI resgata gavião com sinais de maus-tratos em Sergipe

198
Gavião recebendo os primeiros cuidados (Foto: FPI)
Gavião recebendo os primeiros cuidados (Foto: FPI)

Membros da Fiscalização Preventiva Integrada – FPI se surpreenderam ao se depararem com um gavião carcará jogado anonimamente na base que recebe os animais silvestres resgatados na fiscalização. A ave estava com sinais de maus-tratos, pois possuía uma fratura em uma das asas.

Após ser analisada por uma equipe de veterinários, foi constatado que o animal tinha um ferimento em uma de suas asas, provavelmente por disparo de arma de fogo. A ave foi tratada. Ela se encontra em recuperação na base da Fauna e está sendo cuidada para que em breve possa voltar a natureza.

A FPI ressalta que qualquer animal da fauna silvestre pode ser entregue no Centro de Triagem Provisório, que fica localizado no Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente (CAIC) do município sergipano de Propriá. Para fazer entrega basta se encaminhar até o local e assinar um termo de entrega voluntária. É preciso levar documentos oficiais de identificação para que a doação seja efetivada. Vale ainda ressaltar que qualquer pessoa maior de idade pode fazer essa entrega e a mesma estará livre de qualquer multa ou processo na justiça.

Fonte: FPI/SE / Infonet

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.