EUA turistas peixe H

EUA: Turistas assediam peixes-boi até que eles ‘surtarem’

Por Solon Kelleher / Tradução Alice Wehrle Gomide

Entre tirar selfies com o papa e postar no Instagram nossa comida, humanos têm pouca vergonha sobre fotografar o que quiser.

Infelizmente, assim como mostrado pelos turistas na Costa Rica que se reuniram para ver as tartarugas marinhas colocando ovos, este desejo frequentemente causa conflito com o comportamento natural dos animais.

EUA turistas peixe

Os fotógrafos da National Geographic Paul Nicklen e Cristina Mittermeier estavam recentemente trabalhando na estância turística Three Sisters Springs, na Flórida, nos EUA, onde peixes-boi podem encontrar águas rasas para aquecer seus corpos.

Apesar de Nicklen e Mittermeier terem mantido distância dos peixes-boi, muitos turistas não fizeram o mesmo. Eles fizeram um impressionante vídeo que mostra os efeitos negativos da invasão humana no território animal.

A legenda escrita por Nicklen conta a história mostrada na filmagem:

O Departamento de Pesca e Vida Selvagem dos EUA e a maioria dos guias turísticos possuem um estrito código de ética para respeitar os Peixes-Boi e mantêm uma distância segura enquanto os animais tentam se aquecer. As bóias delineando os perímetros foram colocadas para manter as pessoas fora da área, mas os peixes-boi vão onde a água está morna, e às vezes não é necessariamente dentro dos confinamentos das barreiras. Eles estão literalmente tentando sobreviver e é imperativo que eles não sejam perturbados. Você consegue ver pessoas nadando entre eles, encostando-se a eles e até os empurrando. Então, mais barcos chegam e eventualmente há um alto barulho de um dos barcos e todos os peixes-boi dispersam de volta para a água gelada.

Nicklen notou que apesar dessas interações serem infelizes para os peixes-boi, ele se sentiu inspirado para ressaltar os efeitos negativos da interferência humana, e espera “aumentar o debate sobre conservação”.

Fonte: The Dodo

Nota do Olhar Animal: O avistamento e convívio com os animais por motivos turísticos sempre acabam por prejudicar os bichos. Assim também é com o avistamento embarcado de baleias e com outras formas de exploração dos animais. No sul, a Justiça proibiu liminarmente este avistamento dos cetáceos. Esperamos que a decisão seja mantida e estendida a todo o país. 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.