Ex-jogador da dupla Gre-Nal é autuado por participar de rinha de galos

Segundo o Ministério Público, Fábio Rochemback participava de rinha de galo no interior de Palmeira das Missões. Foram apreendidos 89 galos e mais de R$ 100 mil em dinheiro.

439
Revelado pelo Inter, Fábio Rochemback atuou também no Grêmio (Foto: Wesley Santos/Agência PressDigital)
Revelado pelo Inter, Fábio Rochemback atuou também no Grêmio (Foto: Wesley Santos/Agência PressDigital)

Uma megaoperação conjunta do Ministério Público com a Polícia Civil e Brigada Militar realizada no fim de semana autuou mais de 100 pessoas por crime ambiental em Palmeira das Missões, na Região Norte do Rio Grande do Sul. Elas participavam de rinhas de galo na localidade de Três Capões, no interior da cidade.

Operação conjunta do Ministério Público com a Polícia Civil e Brigada Militar descobriu evento de rinha de galo em Palmeira das Missões (Foto: Ministério Público/Divulgação)
Operação conjunta do Ministério Público com a Polícia Civil e Brigada Militar descobriu evento de rinha de galo em Palmeira das Missões (Foto: Ministério Público/Divulgação)

Segundo o Ministério Público, entre os autuados estão o ex-jogador de futebol Fábio Rochemback, que jogou no Grêmio e no Inter. Em 2011, a polícia encontrou galos de rinha em uma fazenda do atleta, em Soledade.

O pai dele , Juarez Rochemback, nega a participação do filho e diz que passou o final de semana com ele. “O Fábio estava comigo na fazenda em Soledade, mas agora voltou a Porto Alegre”.

Conforme o Ministério Público, estavam no local três policiais da reserva e um vereador da cidade, que não teve a identidade revelada.

Foram apreendidos 89 galos, mais de R$ 100 mil em dinheiro, porções de maconha, uma espingarda e material de promoção à rinha de galo, como camisetas e bonés. Ainda de acordo com o Ministério Público, havia 147 pessoas na propriedade.

Todas assinaram um termo circunstanciado por crime ambiental, informou ao G1 o promotor Marcos Eduardo Rauber.

“Era um evento grande, de âmbito interestadual, com gente de Santa Catarina e Paraná. Havia pessoas com muito dinheiro vivo. Todos foram pegos em flagrante, alguns apostando, outros apenas assistindo. As participações agora serão esclarecidas, mas todos foram autuados por crime ambiental”.

Material de promoção à rinhas de galo também foi apreendido (Foto: Ministério Público/Divulgação)
Material de promoção à rinhas de galo também foi apreendido (Foto: Ministério Público/Divulgação)

Também foram assinados dois termos circunstanciados por posse de entorpecentes para uso próprio, além do registro de uma ocorrência por corrupção de menores, no caso de um pai que levou o filho adolescente ao local.

O evento acontecia em um grande pavilhão, apelidado de “Arena Três Capões”. De acordo com o promotor Marcos Eduardo Rauber, a estrutura estava bem equipada com banheiros, arquibancadas, cadeiras nomeadas, pulseiras de identificação e duas arenas de luta.

Foram apreendidos 89 galos, mais de R$ 100 mil em dinheiro e uma espingarda (Foto: Ministério Público/Divulgação)
Foram apreendidos 89 galos, mais de R$ 100 mil em dinheiro e uma espingarda (Foto: Ministério Público/Divulgação)

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.