Festival da Terra une música, comida e atividades em prol dos animais em SP

350

A ONG Canto da Terra nasceu há pouco mais de um ano, em Santana (SP), e já resgatou 253 cães e gatos (além de alguns coelhos, hamsters e pombos esporádicos), doou 210 deles, atendeu em consulta clínica 1,4 mil bichos e realizou 1,1 mil castrações. Para fazer mais, precisa equipar seu centro cirúrgico. Aí entra o Festival da Terra.

Agendado para o dia 20 de maio, das 12h às 19h, ele juntará em um mesmo espaço da Vila Mariana samba de raiz e rock clássico, prática de yoga e roda de conversa sobre poluição ambiental, oficinas de sustentabilidade e horta e de cromoterapia e esparadrapoterapia. Todas as atividades são gratuitas, com emissão zero de carbono.

Vai rolar também uma feirinha com produtos orgânicos, canecas, maquiagem, cosméticos, brinquedos para pets, cadernos artesanais. E o clássico brechó de R$ 2 da ONG. Na praça de alimentação, o público poderá experimentar a famosa coxinha de jaca, vários sabores de pizza e hambúrgueres, nhoque, feijoada e doces low carb e sugar free.

Para levar as crianças, o cachorro, os amigos. Para deixar o mundo melhor.

Serviço

Data: 20/05/17

Horário: das 12h às 19h

Endereço: Rua Domingos de Moraes, 1581, Vila Mariana, São Paulo – SP (próximo à estação de metrô)

Entrada: gratuita

Maiores informações: 

https://www.facebook.com/event s/220309818461110/?ti=cl

Programação*

Palco

12h: Samba Raiz com Dança Contemporânea – protetora Ismênia + amigos e Nana Lacerda

13h: Prática de Ioga – Ricardo Henrique

14h30: Entoação de Mantras – Vrinda Bhajan

16h30h: Educação Não Violenta Infantil – Karina Mascaro

18h (fechamento): Epiphonia – banda cover de rock clássico

Rodas de conversa na tenda

12h: Permacultura e suas Aplicações – Thadeu Hiroshi

13h: Poluição Ambiental – Paulo Saldiva

14h: Animal Sente – Nana Lacerda

15h: Veganismo em Família – Mini Vegano

Oficinas na tenda

16h: Sustentabilidade e Horta – Carol Costa

17h: Cromoterapia e Esparadrapoterapia – Caio Takacs

* Sujeita a alterações

Fonte: ONG Canto da Terra

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.