Foto: Divulgação PMTO

Filhote de macaco-prego é resgatado por equipe Ambiental da PM em Tupiratins, TO

Um filhote de macaco-prego foi entregue a uma equipe do Batalhão de Polícia Militar Ambiental – BPMA na madrugada de domingo, 09, por volta das 0h15, na cidade de Tupiratins. A ação ocorreu na Rua do Contorno, Setor Planalto, depois que uma mulher encontrou o filhote supostamente abandonado pela mãe logo após o parto.

Por se tratar de um animal silvestre a mulher acionou a equipe ambiental da PM para realizar a entrega do filhote. Depois de receber o macaquinho, os policiais o encaminharam ao Centro de Fauna do Tocantins- CEFAU, em Palmas, onde receberá os devidos cuidados até ser devolvido à natureza.

Foto: Divulgação PMTO
Foto: Divulgação PMTO

Dica da PM

A PM adverte que no caso de alguém encontrar algum animal silvestre a melhor opção é acionar as equipes especializadas, seja por meio do telefone 190 (Serviço de Emergência da Polícia Militar) ou no (63) 3218-2761 (telefone do BPMA), quando será designada uma equipe da Polícia Militar Ambiental com profissionais qualificados, que se deslocará até o local indicado e fará a captura do animal com segurança.

O BPMA adverte ainda que quem matar espécime da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida, comete o crime previsto no Art. 29 da Lei nº 9.605/1998 (Lei de Crimes Ambientais), cuja pena é detenção, de seis meses a um ano, e multa. Além disso, quem praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, também comete crime previsto no Art. 32 da referida Lei, cuja pena é detenção de três meses a um ano, e multa.

Fonte: Surgiu

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.