Caixa com 18 filhotes de gato foi abandonada neste final de semana na porta de uma ONG, em Cuiabá — Foto: TV Centro América/Reprodução

Filhotes de gato são achados feridos dentro de caixa lacrada e ONG suspeita de cobaia ou ritual religioso em Cuiabá

Uma caixa com 18 filhotes de gato foi abandonada neste final de semana na porta de uma ONG, em Cuiabá.

Segundo representantes da instituição, todos os filhotes estão doentes e tinham algum tipo de ferimento. A ONG suspeita que eles foram cobaias de algum experimento científico ou usados em ritual religioso.

Uma das representantes, Vanessa Pinho Silva, foi quem encontrou os animais. O que chamou a atenção dela é que eles tinham ferimentos na coluna e na cabeça. Eles não demonstravam agitação e nem miavam quando foram descobertos.

Todos os gatos tinham ferimentos e foram abandonados na sede de uma ONG em Cuiabá — Foto: TV Centro América/Reprodução
Todos os gatos tinham ferimentos e foram abandonados na sede de uma ONG em Cuiabá — Foto: TV Centro América/Reprodução

A caixa estava lacrada e abrigava 18 filhotes. Todos são fêmeas e aparentam ter entre 2 a 3 meses de vida.

“Eles não miavam e nem tentavam sair da caixa. Normalmente gatos nessa situação tentam sair de qualquer jeito e querer fugir. Eles não se mexiam e ficavam parados. É muito triste e espantoso”, comentou a representante da ONG.

Eles passaram por um atendimento de uma veterinária. A própria profissional ficou assustada e acredita que os animais receberam algum tipo de produto injetável.

ONG suspeita que eles foram cobaias de algum experimento científico ou usados em ritual de magia — Foto: TV Centro América/Reprodução
ONG suspeita que eles foram cobaias de algum experimento científico ou usados em ritual religioso — Foto: TV Centro América/Reprodução

Os filhotes passarão por exames, mas não estão disponíveis para adoção. Eles devem ficar um período em quarentena. A ONG disse que vai registrar queixa na polícia e tentar identificar, por meio de câmeras de segurança, quem deixou os filhotes na sede.

Por Cínthya Rocha, TV Centro América

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.