Flamingos com as asas cortadas. Em Aruba, o horror em nome do selfie

Flamingos com as asas cortadas. Em Aruba, o horror em nome do selfie

Existem turistas que só querem saber de tirar selfies com os flamingos rosas no Caribe, enquanto outros se preocupam por notar que eles não voam e não saem da ilha.

Os amantes e defensores dos animais dizem que essas aves que povoam a Renaissance Island, uma ilha do resort Renaissance Resort And Casino tiveram suas asas cortadas!

Os turistas que se importam com os animais, afirmam que as aves estão sendo mantidas propositalmente na ilha pelo hotel.

Se realmente isto estiver ocorrendo, e há indicativos que sim, já que a natureza do flamingo é voar e de ser uma ave migratória, isto nos induz à dedução de que estes flamingos têm sido vítimas da inconsciência humana!

Essas belas aves que habitam a Renaissance Island provavelmente estão sendo impedidas de voar. Há quem diga que a causa desse triste fato não é porque as asas deles foram cortadas, mas sim porque foram bloqueadas com uma espécie de “clips” colocadas em suas asas para elas não saírem da ilha e servirem de atração para os turistas.

Esta ilha do Caribe é pertencente ao Renaissance Resort And Casino, considerado um hotel cinco estrelas, no qual os seus hóspedes têm como atração nadar e tirar fotos com os flamingos cor-de-rosa.

Por Deise Aur

Fonte: Green Me

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.