Garota joga hamster no vaso sanitário após empresa não permitir o animal no voo – Olhar Animal
Hamster de estimação foi jogado no vaso sanitário após ser barrado de entrar em avião. (Foto: Pixabay)

Garota joga hamster no vaso sanitário após empresa não permitir o animal no voo

A universitária norte-americana Belen Aldecosea acabou jogando seu hamster de estimação no vaso sanitário do aeroporto de Baltimore, no Estado de Maryland, após não receber autorização para entrar no avião com Pebbles, bichinho que lhe fazia companhia.

Belen estava indo para Miami, onde a família mora, para fazer um procedimento cirúrgico no pescoço: um tumor benigno havia sido identificado e precisava ser retirado. A viagem foi programada e a universitária afirmou ao portal Miami Herald que já tinha se certificado de que poderia entrar no avião com Pebbles, o hamster de estimação que ela havia comprado após os problemas de saúde terem sido associados a estresse.

No entanto, no dia do voo a entrada do animal foi barrada. Àquela altura, os amigos estavam longe e não foi possível alugar um carro para deixar Pebbles em casa porque era época de Ação de Graças e não havia veículos disponíveis. Segundo Belen, não havia muito o que fazer e uma própria funcionária da empresa de viação aérea Spirit Airlines sugeriu que a universitária jogasse o animalzinho no vaso sanitário e desse descarga. A empresa nega que tenha dado a sugestão.

“Ela teve medo. Eu tive medo. Foi horrível colocá-la no banheiro”, relatou Belen. “Eu estava emotiva e chorando. Fiquei sentada por dez minutos chorando ali no banheiro”.

A Spirit manteve contato com Belen via email e chegou a oferecer um voo de graça, mas a passageira não aceitou.

O serviço de Administração e Segurança de Transporte dos Estados Unidos informou que carregar hamsters não é um problema. “Hamsters são bem-vindos. A caixa em que ficam deve passar pelo raio-x enquanto o tutor dos animais o segura para que não seja exposto a nenhum tipo de radiação”, disse a porta-voz Sari Koshetz.

Fonte: Estadão

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.