Gastronomia: a primeira escola vegana de Lima e do mundo abrirá suas portas este mês no Peru

715
Fotos ilustrativas / J. Kenji López
Fotos ilustrativas / J. Kenji López

Atenção veganos! Já não há desculpas para deixar de estudar gastronomia, pois a primeira Escola Vegana de Lima e também do mundo, abrirá suas portas no final deste mês.

A escola é um projeto autossustentável, e seu principal objetivo é ajudar aos animais. Ela conta com professores veganos que atuam como chefs, nutricionistas e ativistas pelos direitos dos animais.

“Quando as pessoas experimentam nossos pratos, elas nos dizem que tem o mesmo sabor dos pratos com carne, ovos ou leite, mas a diferença é que na comida vegana ninguém teve que morrer ou sofrer”, acrescentou.

Entre os docentes que participarão desta escola, está Esdras Sepúlveda, especialista em nutrição 100% vegetariana e higienismo, Gerardo Berdejo , cozinheiro e ativista pelos direitos dos animais e Orlando Coral , também ativista e chef especialista em culinária molecular.

A Escola Vegana de Lima dará inicio ao seu oitavo curso dia 24 de setembro, que inclui 7 aulas demonstrativas e 1 aula em grupo. As aulas serão ministradas aos domingos e em cada jornada será incluída uma introdução à ética animal.

Espera-se que os alunos aprendam alta gastronomia, comida caseira, fast food e como fazer queijos veganos e sobremesas. Tudo isto sem utilizar alimentos de origem animal, que normalmente tem uma relação direta em doenças como o câncer ou o diabetes.

Se deseja se inscrever ou solicitar informações sobre estas classes, pode ligar para 990301149 ou escrever para escuelaveganadelima@gmail.com.

Tradução de Flavia Luchetti

Fonte: Entorno Inteligente

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.