Gato é encontrado morto debaixo de escombros de imóvel demolido no Maracanã, no Rio

Outros 17 animais foram resgatados com vida e encaminhados para ONGs de adoção.

282
Filhote foi resgatado com escoriações e atendido por veterinários (Foto: Divulgação)
Filhote foi resgatado com escoriações e atendido por veterinários (Foto: Divulgação)

Um gato foi encontrado morto e um filhote ferido debaixo dos escombros do imóvel que foi demolido, na manhã deste sábado, no bairro do Maracanã, na Zona Norte do Rio. A subsecretária municipal de bem estar animal, Suzana Rizo, esteve no local com uma equipe de veterinários na tentativa de localizar outros animais ainda vivos.

— Estamos fazendo um esforço para tentar resgatar animais que ainda possam estar vivos — disse, transtornada, a subsecretária. — Isso não pode acontecer mais, é crime. Isso me deixa revoltada. Antes de ser subsecretária, eu sou médica veterinária — desabafou.

À noite, Suzane Rizo informou que outros 17 gatos já haviam sido resgatados, três deles com ferimentos leves. Os animais feridos foram tratados pelos veterinários da Subsecretaria de Bem Estar Animal, e todos os gatos encontrados já foram encaminhados para ONGs de adoção de animais. Rizo acrescentou que uma equipe da Guarda Municipal foi designada para participar do trabalho de busca e resgate de mais animais durante a madrugada deste sábado e garantir que o trabalho de demolição do imóvel não seja retomado até que todos os gatos que vivem no imóvel sejam resgatados.

O gato encontrado com escoriações de manhã passou por exames e foi medicado. Policiais da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) estiveram no local, coordenados pelo delegado Roberto Gomes Nunes, em conjunto com policiais do comando de polícia ambiental e dos bombeiros. O técnico de segurança da empresa de demolição foi encaminhado à delegacia e liberado após prestar depoimento. A Polícia Civil informou que “poucos gatos foram encontrados no terreno”, mas não disse quantos.

A demolição de uma casa abandonada na Rua São Francisco Xavier, no Maracanã, na manhã deste sábado gerou revolta entre moradores e protetores dos animais. Eles denunciam que no local viviam cerca de 30 gatos, e que os animais não foram retirados antes da derrubada do imóvel. Nesta sexta-feira, um grupo se reuniu em frente ao casarão para tentar impedir a ação com os animais ainda dentro.

Por Gisele Ouchana

Fonte: O Globo

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.