Foto: Carolina Silvério – ‎ARARAS SEM CENSURA

Gato encontrado morto pode ter sido envenenado no bairro Bela Vista, em Araras, SP

Na tarde desta quarta-feira (13), moradores do moradores do Jardim Bela Vista em Araras (SP) encontraram um gato que estava morto na rua principal do bairro.

Pelos estado em que o animal foi encontrado não parece ter sido atropelado, pois não havia sangue e ele estava estufado, provavelmente tenha sido envenenado, assim como os seis gatos encontrados no último sábado (09) veneno ou chumbinho.

Animais encontrados no sábado

Vale lembrar que envenenamentos intencionais, é crime, e as maiores vítimas são, geralmente, os animais de rua e aqueles que, apesar de terem dono, têm acesso à rua. Este tipo de intoxicação pode ser causado por pessoas que desejam se livrar dos animais sejam eles abandonados ou não, simplesmente pelo fato de sentirem-se incomodadas.

O conhecido chumbinho que, apesar de ser ilegal e ter sua venda proibida é a arma mais utilizada para o envenenamento de cães e gatos, já que é facilmente encontrado, inclusive sendo vendido como ‘veneno para ratos’.

Tanto a venda do chumbinho, que é proibida, quanto o envenenamento de animais são contravenções penais.

O responsável pode ser enquadrado em vários crimes como Crueldade contra Animais (Lei 3688/41, art. 64 e Lei 9605/98, art. 32). No caso da venda do chumbinho, o crime é Contra a Saúde Pública (art. 273 parágrafo 1º-B, inciso I e IV do Código Penal). Neste caso, a pena de reclusão é de 10 a 15 anos de prisão.

O chumbinho é um dos raticidas mais conhecidos e usados no Brasil, apesar de ilegal, a falta de esclarecimento à população e a falta de fiscalização faz com que seu uso seja feito em larga escala com vários propósitos, infelizmente também por pessoas que não gostam de cães e gatos. No Brasil, são registradas cerca de 200 mortes de crianças causadas pelo chumbinho por ano.

Fonte: Repórter Beto Ribeiro

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.