GNR investiga alegado envenenamento de colónia de gatos em São Pedro do Sul, Portugal

GNR investiga alegado envenenamento de colónia de gatos em São Pedro do Sul, Portugal

A associação de defesa dos animais 1Mão por 1Pata apresentou queixa na GNR por suspeita de envenenamento de gatos nas Termas de S. Pedro do Sul. Segundo os denunciantes, o caso aconteceu junto ao Clube Campo de Gerós onde existia uma colónia de gatos sinalizada pela associação.

“Foram os cuidadores destes felinos que nos alertaram para o desaparecimento progressivo de alguns animais, inclusive de outros que foram aparecendo já sem vida com sinais de envenenamento, nomeadamente espuma em redor da boca. Deram-nos também conta de um caso particular de um gato que apareceu na semana passada já extremamente debilitado e em sofrimento, sendo que dada gravidade da situação em que se encontrava teve que ser encaminhado para a eutanásia”, contou uma das ativistas que fala num “acto de crueldade cometido por uma minoria cobarde”.

Segundo a associação, os animais, cujo número não sabem ao certo, terão sido envenenados através da alimentação. “Quando soubemos do sucedido encaminhamos o caso de imediato para as autoridades competentes. Estamos também atentos, assim como os respectivos cuidadores que, inclusive, residem no local, para sinais de “materiais” perigosos e afins que possam continuar ali ser colocados para fazer mal aos animais”, esclareceu a associação.

O caso está a ser investigado pela GNR.

De acordo com uma das porta vozes da associação, é a primeira vez que algo do género acontece neste local, mas no concelho existem várias situações de envenenamento e maus-tratos a animais. “Urge a aposta em estratégias de prevenção que passam por mais do que a simples informação. São necessárias mais campanhas de sensibilização e consciencialização nas várias temáticas que atravessam o bem-estar dos nossos animais, bem como a responsabilização de quem não cultiva o respeito”, sustenta.

Fonte: Jornal do Centro / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.