Golfinho foi localizado por banhista sem Praia Grande, SP (Foto: Reprodução/Praia Grande Mil Grau)

Golfinho é encontrado morto em Praia Grande, SP

Um golfinho da espécie toninha foi localizado encalhado já sem vida por banhistas na orla de Praia Grande, no litoral de São Paulo, nesta quinta-feira (12). Pesquisadores do Instituto Biopesca, responsável pelo monitoramento costeiro, identificaram ferimentos por rede de pesca e edema pulmonar no animal, que pode ter se afogado.

Banhistas localizaram o golfinho na beira do mar, na praia do bairro Ocian. Equipes da Guarda Ambiental, grupamento da Guarda Civil Municipal, e técnicos de campo do Biopesca foram deslocados até o local. O animal já foi localizado sem vida, então ele foi recolhido para ser examinado em laboratório.

Segundo o Biopesca, a toninha é uma pequena espécie de golfinho que habita águas costeiras do Brasil. O indivíduo localizado na quinta-feira era um macho, juvenil. A causa da morte somente será apurada a partir do resultados dos exames, mas a suspeita é que ele tenha se afogado ao ficar preso em uma rede de pesca.

Golfinho foi localizado na orla do bairro Ocian já sem vida (Foto: Reprodução/Praia Grande Mil Grau)
Golfinho foi localizado na orla do bairro Ocian já sem vida (Foto: Reprodução/Praia Grande Mil Grau)

Ainda conforme informações dos pesquisadores, a toninha se torna vulnerável às atividades humanas por manter hábitos costeiros. De acordo com entidades internacionais, a espécie apresenta-se “vulnerável” à extinção e está na Lista Nacional de Fauna Ameaçada como criticamente em perigo desde 2014.

O Biopesca integra o Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), um condicionante para a exploração do pré-sal na costa brasileira. Banhistas podem acionar as equipes pelos telefones 0800 642 4441 e (13) 99601 2570 ao localizarem animais encalhados nas praias da região.

Animal foi submetido a exames pela equipe do Biopesca em Praia Grande, SP (Foto: Divulgação/Biopesca)
Animal foi submetido a exames pela equipe do Biopesca em Praia Grande, SP (Foto: Divulgação/Biopesca)

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.