Governo americano lança plano para selecionar e abater 100.000 cavalos e burros selvagens

514
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

O Bureau of Land Management (BLM – Bureau de Administração de Terras), lançou seus planos de “gestão”, que é a captura, venda e abate dos cavalos e burros selvagens americanos, e como se pode esperar da BML, baseado na sua história, esses planos são radicais e perigosos para a sobrevivência dessas criaturas majestosas.

Os planos incluem: a remoção de 50.000 cavalos e burros selvagens da extensão, a matança em massa ou venda para o abate de 100.000 cavalos e burros selvagens, incluindo aqueles que já foram capturados e estão em “instalações de alojamento,” e a esterilização em massa de cavalos e burros selvagens que não estão capturados, uma prática que é extremamente perigosa para o comportamento natural de rebanhos selvagens, que são protegidos por lei federal.

O plano reduziria as populações de cavalos e burros selvagens para 27.000, num número assustadoramente baixo; por ironia, o mesmo número que existiu em 1971 quando o congresso criou medidas para proteger as espécies que estavam morrendo. Estes planos são ultrajantes, que em 14 milhões de acres de terra, administrados pela BML no Novo México, apenas 83 cavalos selvagens serão permitidos.

Suzane Roy, diretora executiva da American Wild Horse Campaign, que permanece um tanto otimista, afima que “a BLM, agência cuja terrível má administração deste programa nos trouxe para este lugar, está agora propondo mais ideias péssimas, incluindo captura em massa e abate para cobrir a incompetência deles… Tenha certeza, esse plano irá de encontro à oposição forte das comunidades de defesa do bem estar dos cavalos e dos animais selvagens, as quais se uniram meses atrás para produzir uma Declaração Unificada para uma administração humanitária e sustentável de cavalos e burros selvagens, assinada por mais de 100 organizações em todo o país.”

Cavalos e burros selvagens, herbívoras que coexistem pacificamente mesmo com o gado de pasto e os humanos, são com frequência alvo da BLM, perseguidos por helicópteros, caçados e levados para as “instalações de alojamento” onde eles esperarão indefinidamente antes de serem colocados em leilão para serem vendidos, abatidos e comidos em países pelo mundo todo. Essas ações da BLM são em grande parte impulsionadas por interesses especiais, ou seja, fazendas de gado e a Big Meat and Dairy; e se essas matanças continuarem, os cavalos selvagens da América, nosso grande símbolo de liberdade no oeste selvagem, irão em breve desaparecer.

Você pode ajudar cavalos e burros selvagens na América de várias maneiras. Para os iniciantes, espalhe conhecimentos sobre os assuntos conversando com seus amigos, família e compartilhe postagens como esta na sua rede social. Você também pode fazer parte e doar para grupos que defendem os cavalos selvagens. Para saber mais sobre esses sérios assuntos em questão e como você pode se envolver na salvação dos equinos da América, visite o site da American Wild Horse Campaign aqui.

Por Natasha Brooks / Tradução de Nilza F. Silva

Fonte: One Green Planet

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.