Gratinado de batata

869
Gratinado de batata

Ingredientes

  • 5 batatas médias, descascadas e cortadas em rodelas
  • 2 ou 3 tomates, em rodelas
  • 1 cebola grande, em fatias
  • 4 dentes de alho, picados
  • Entre 3 e 5 cs (cheias) de tahina
  • Azeite Sal e pimenta do reino a gosto
  • Um punhado de salsinha ou coentro picado (salsinha é tradicional, mas coentro também fica uma delícia aqui)

Preparo

Em uma panela média cubra as rodelas de batata com água, salgue generosamente e leve ao fogo até as batatas cozinharem. Cuidado pra não cozinhar demais. As batatas devem amolecer, mas não ao ponto de se desfazerem. Enquanto as batatas cozinham refogue a cebola em 2cs de azeite em uma frigideira pequena.

Quando ficar transparente junte o alho picado e deixe cozinhar mais alguns segundos. Desligue e reserve. Escorra as batatas (eu guardo uma xícara dessa água pra fazer o molho, porque não gosto de desperdiçar água e porque esse líquido já vem com sal) e transfira pra uma forma untada com um pouco de azeite.

Use uma forma média/grande, pois a camada de batata deve ficar relativamente fina, sem muita sobreposição. Assim elas vão gratinar melhor. Junte as rodelas de tomate e a cebola/alho refogados e misture com as mãos, tomando cuidado pra não quebrar as rodelas de batata.

Tempere com um pouco de sal e pimenta do reino. Dissolva a tahina com 2 cs de água (ou o líquido de cozimento das batatas) até ficar uma pasta cremosa. Junte mais água (ou mais líquido das batatas) aos pouquinhos, mexendo vigorosamente.

A quantidade de líquido que você vai precisar depende do tipo de tahina utilizada, então é melhor se concentrar no produto final: o molho deve ter a consistência de um leite grosso. Você deve obter aproximadamente 1 xícara de molho de tahina.

Despeje o molho de maneira uniforme sobre os legumes e leve ao forno até ficar dourado. Se seu forno tiver a função ‘grill’, seu gratinado ficará ainda mais dourado e saboroso. Retire do forno e cubra com salsinha ou coentro picado. Rende 2-3 porções.

Fonte: Papa Capim

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.