Grupo se revolta após passar madrugada em fila e não conseguir marcar castração na CCZ de Manaus, AM

252
Fotos: Winnetou Almeida
Fotos: Winnetou Almeida

Aproximadamente 100 pessoas se revoltaram na manhã desta segunda-feira (28), em Manaus, após passarem a madrugada em uma fila, em frente a uma unidade móvel do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), localizado no bairro Cidade Nova, na Zona Norte, e não conseguirem agendar castração de animais. A unidade está na avenida Timbiras, em frente à Escola Municipal Professora Sulamita Pereira Gonçalves.

Desde a noite de ontem, domingo (27), eles se reuniram ao redor da unidade para garantir vaga de atendimento. Segundo os moradores, eles haviam sido informados que haveria agendamento para todos presencialmente. Porém, hoje, uma funcionária do Centro informou que não haveria agendamento presencial, apenas por telefone.

“Não ia dar para agendar por telefone e disseram que, se viéssemos aqui, conseguiríamos atendimento, porque ia ter agendamento para todo mundo”, explicou o torneiro mecânico José Alves, 52. Desde as 20h de ontem na fila, o ele informou estar indignado. “Cheguei aqui às oito da noite de ontem e já havia 12 pessoas na minha frente. É um absurdo sermos tratados desse jeito quando estamos tentando fazer o bem para Manaus castrando os animais”, disse.

Durante a madrugada na fila, segundo os moradores, houve, inclusive, um arrastão no local. “Tem senhoras de idade que chegaram aqui de madrugada e precisaram pular o muro para não serem assaltadas lá fora. É uma pouca vergonha. É um descaso com a gente. Eu cheguei às 4h e já estava lotado”, disse o universitário Ezequiel Carvalho, 22. “Nós só vamos sair daqui quando tivermos certeza de que seremos atendidos”, completou.

Até as 9h de hoje, os moradores ainda se reuniam em frente à unidade móvel do CCZ à espera atendimento. A reportagem tentou contato com funcionários do Centro de Zoonoses, mas a única informação repassada é que não havia prazo para agendamento presencial naquele momento. Os moradores fizeram uma lista de presença e disseram que insistiriam para conseguir, pelo menos, uma previsão.

Entretanto, por volta das 10h de hoje, a assessoria de imprensa do órgão declarou por meio de nota à reportagem que todos acabaram sendo atendidos no local. “Todas as pessoas que estavam na fila hoje foram atendidas e tiveram os procedimentos marcados (castração, microchipagem, etc)”. Segundo a CCZ, a partir de 30 de agosto todos os agendamentos serão feitos exclusivamente por telefone, entre as 8h e as 17h.

Por Alik Menezes e Vinicius Leal

Fonte: A Crítica

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.