Foto: Divulgação GMP

Guarda Metropolitana de Palmas (TO) captura tamanduá-mirim que corria risco de ser atropelado

Na noite da última terça-feira, 25, a Gerência de Fiscalização Ambiental da Guarda Metropolitana de Palmas capturou um Tamanduá-mirim que passeava pela região urbana da cidade. A equipe foi acionada pelo telefone 153 por um popular, informando que um animal corria risco de atropelamento.

Os guardas metropolitanos recolheram o animal que estava próximo a rotatória da LO-13 com a NS-10, com os equipamentos apropriados e o levaram a área de preservação ambiental do Parque Cesamar. Antes de fazer a soltura foram verificadas as condições de saúde do animal.

Segundo a Gerência de Fiscalização, os tipos de animais mais resgatados pela GMP são: tamanduás, cobras, aves de várias espécies, camaleão, jabuti, quati e cães em situação de maus tratos. Quanto a frequência dos casos de animais silvestres na cidade, a Gerência ressalta que é motivada pela expansão da área urbana, desmatamento e queimadas.

A GMP orienta a população que ao se deparar com algum animal silvestre em área urbana não tente capturá-lo, mas deve solicitar a captura por meio do telefone 153.

Fonte: Surgiu

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.