Guarda municipal de Florianópolis (SC) quebra vidro de carro e resgata dois cachorros; veja vídeo

Segundo a prefeitura, bichos corriam risco de vida. Proprietários foram identificados e foi registrado um boletim de ocorrência por maus-tratos.

2173
Foto: GMF / Reprodução
Foto: GMF / Reprodução

Dois cachorros foram resgatados de um carro na manhã desta quinta-feira (5) no Centro de Florianópolis. A retirada dos animais foi feita por guardas municipais que tiveram que quebrar o vidro do veículo para o resgate. A prefeitura disse que os cães estavam “correndo risco de vida com temperaturas elevadas” e que um boletim de ocorrência por maus-tratos foi registrado contra os proprietários.

De acordo com o município, a Guarda Municipal tinha ido até a área para atender a uma denúncia de um carro estacionado em uma vaga de idoso, quando pessoas mostraram o veículo com os animais dentro.

Segundo a prefeitura, essas pessoas disseram que os cachorros estavam havia cerca de uma hora dentro do carro, com os vidros fechados. O veículo tem placas de Tubarão, no Sul catarinense.

No vídeo, um guarda municipal relata que tentou fazer contato com os proprietários pelos telefones vinculados ao Detran (Departamento de Trânsito), sem sucesso. Na sequência, o guarda quebra o vídeo traseiro com golpes de cassetete.

Depois, os cachorros são retirados do carro e colocados no camburão. A Guarda Municipal ainda oferece água aos animais. Pessoas aplaudiram a ação. Na sequência, um homem se apresenta aos guardas e diz que o veículo era dos pais. Ele levou o carro à 5ª Delegacia de Polícia Civil.

De acordo com a prefeitura, os tutores dos animais foram identificados e receberam os cachorros de volta.

Ao G1, a Prefeitura disse que, como foram feitas sem sucesso tentativas de contato com o dono do carro, a alternativa que menos provocaria danos materiais ao proprietário seria quebrar o vidro. Afirmou também que não havia entrada de ar para os cães e que eles estavam ficando cada vez mais desesperados e exaustos.

O G1 também tentou contato com a delegacia para saber o registro da ocorrência, mas sem sucesso até esta publicação.

Fonte: G1 / Vídeo: R7

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.