Homem é condenado a 28 anos de prisão por decapitar quatro cães

535
Homem é condenado a 28 anos de prisão por decapitar quatro cães

Um homem que torturou e matou sete cães em Nevada (EUA) foi condenado a 28 anos numa prisão estadual. A sentença é uma vitória para os direitos animais.

Jason Brown, de 25 anos, foi preso no ano passado depois que um cão foi encontrado decapitado dentro do seu quarto de motel.

Quando os oficiais investigaram mais a fundo, descobriram quatro cabeças dentro do frigorífico do quarto.

Brown adoptava cães de pessoas que estavam a doa-los e prometia que conseguiria bons lares para eles.

Algumas das pessoas que deram ou venderam cães para Brown afirmaram que ele parecia ser um rapaz normal.

Durante o julgamento, os jurados ouviram áudios aterrorizantes que Brown havia gravado enquanto torturava e desmembrava os animais. Além da voz dele, era possível ouvir os gritos e o choro dos animais.

Vê também: Autoridade de Espinho proíbem alimentação a cães na via pública
“Vou fazer um casaco com a pele deles,” diz Brown num dos vídeo. “Os chihuahuas brancos são os meus favoritos. Se eu conseguir um desses, eles serão bem vindos na casa de dor do Jason”.

As pessoas que abusam de animais muitas vezes ainda têm a permissão para adoptar outros, e a falta de punição em relação a isto alimenta um ciclo terrível.

Neste caso, a natureza chocante dos crimes de Brown deu a ele uma dura sentença. Ele não será elegível para ter liberdade condicional por 11 anos.

O juiz Elliott Sattler contou que não vai conseguir esquecer as imagens dos crimes de Brown. “A crueldade, o sadismo que demonstrou foi chocante,” expressou ele durante o julgamento.

Fonte: Animais e Companhia / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.