Homem é multado em R$ 23 mil após ser flagrado com quase 50 pássaros

225
Homem estava com quatro viveiros grandes e gaiolas (Foto: Assessoria IMA)
Homem estava com quatro viveiros grandes e gaiolas (Foto: Assessoria IMA)

A equipe de fiscalização do Instituto do Meio Ambiente (IMA) de Alagoas, junto com o Batalhão de Polícia Ambiental, flagrou, nessa terça-feira (29) em Arapiraca, no Agreste alagoano, uma pessoa com quatro viveiros grandes, gaiolas, “viajantes” e armadilhas para captura de aves.

O infrator foi autuado e conduzido pelos agentes para a delegacia regional, autuado administrativamente pelo IMA e vai precisar pagar uma multa de R$ 23.500. A assessoria de comunicação do órgão ambiental explicou que o valor é calculado por ave e estipulado por lei, ou seja, o número pode variar a depender se a espécie é ameaçada e, caso a criação seja em área protegida, o valor dobra.

Os 47 passarinhos apreendidos foram levados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres, na sede do Ibama, em Maceió, para reabilitação e posterior soltura. O criminoso, visto que criar, capturar e comercializar animais silvestres é proibido, tem 20 dias para apresentar defesa ao IMA e o processo criminal ele responde em liberdade.

A título de esclarecimento, animal silvestre só pode ser adquirido de criadouro autorizado, com reprodução em cativeiro. Além disso, espécies regulares tem toda uma documentação de origem, anilha na patinha ou um microchip. Quando criado de maneira equivocada, muitos morrem de stress, entre outras complicações.

No caso do infrator flagrado em Arapiraca, a equipe responsável pela captura acredita que em algum momento ele já deve ter tido muito mais animais.

Fonte: Aqui Acontece

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.