Homem é preso em rinha de galos e polícia apreende quase 50 aves em Teresina, PI

Suspeito vai responder por maus-tratos e ainda por furto de energia, flagrado pela polícia.

173
Animais foram achados bastante machucados (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Animais foram achados bastante machucados (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

A Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente da Polícia Civil do Piauí apreendeu nessa quinta-feira (21) 49 galos destinados a rinhas, reprodução e treinamento de galos de briga. No lugar, que fica no bairro Vila Bandeirantes II, Zona Leste de Teresina, a polícia flagrou também furto de energia e o proprietário da residência foi preso.

Segundo a Secretaria de Segurança, foram apreendidos também, viveiros, gaiolas e produtos veterinários para tratar lesões nos animais. A apreensão foi realizada com o apoio do Grupo de Repressão ao Crime Organizado, Greco.

Foi encontrada ainda, segundo a polícia, uma espécie de arena de treino dos animais para as rinhas. Um veterinário da Secretaria de Meio Ambiente do Estado foi chamado ao local para avaliar a gravidade os maus tratos e providenciar o manejo correto dos animais.

Polícia flagrou espaço destinado à briga das aves (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Polícia flagrou espaço destinado à briga das aves (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Para a delegada titular da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente Bruna Verena, a operação foi importante para “coibir o crime de maus tratos aos animais na capital”, disse a delegada.

Os crimes de maus tratos estão previstos no artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais e prevê pena de prisão de três meses a um ano, podendo ser aumentada se o animal vítima acaba morrendo.

Em ocasiões anteriores, a polícia já havia apreendido mais de 70 animais na cidade de Pedro II, a 195 km de Teresina, onde também funcionava uma rinha de galos. E em Valença, distante 210 km da capital, oito pessoas foram presas em um espaço destinado à briga de animais.

Quase 50 animais foram apreendidos nas gaiolas (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Quase 50 animais foram apreendidos nas gaiolas (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.