Homem é preso por crime ambiental por transportar gaiola com curió em RO

Homem disse à PRF que não possuía a documentação da ave. Animal da fauna nativa está ameaçado de extinção.

191
Homem é preso com ave silvestre no assoalho de carro em posto da PRF em RO (Foto: Jheniffer Núbia / G1)
Homem é preso com ave silvestre no assoalho de carro em posto da PRF em RO (Foto: Jheniffer Núbia / G1)

Em uma fiscalização feita pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na tarde de domingo (18) foi apreendido curió, uma ave da fauna nativa. O animal foi encontrado no assoalho do carro de um homem de 37 anos que foi preso por crime ambiental. O motorista não possuía documentação com registro da ave. Ele disse aos policiais que recebeu a ave como uma doação no município de Itapuã Do Oeste. O animal silvestre está ameaçado de extinção.

No domingo (17) no posto policial da PRF, que fica no Km 698 na BR-364, na Zona Rural de Porto Velho, foi realizada uma fiscalização de rotina a um carro abordado. Durante a revista, foi solicitado ao motorista que baixasse todos os vidros das janelas do automóvel.

No assoalho do carro havia uma gaiola com uma ave curió. O animal da fauna nativa está ameaçado de extinção. Questionado, o homem disse que não possuía a documentação da ave e que recebeu o animal como uma doação no município de Itapuã Do Oeste e que pretendia levá-la para a residência em Porto Velho.

Diante das informações obtidas pela PRF, o homem foi encaminhado à Central de Flagrantes da capital pela ocorrência na Lei de Crimes Ambientais – que abrange no itens de matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, com a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente ou em desacordo com a obtida. A ave também foi apreendida.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.