Homem estupra cadela e escreve carta aterradora onde assume querer incluir um adolescente

Um homem de 48 anos revelou em carta de 60 páginas atos sexuais com canídeo e fez revelações chocantes.

3071
Scott Turner
Scott Turner

Um homem com 48 anos, Scott Turner, violou uma cadela e confessou tudo em carta para o amante. Na carta contava «as aventuras sexuais com a cadela Athena» e o seu desejo de incluir um adolescente nestas práticas.

Tudo aconteceu quando o criminoso, já detido, tomava conta da cadela da namorada do colega de casa.

A história foi tornada pública quando os guardas prisionais interceptaram a carta com cerca de 60 páginas, que seria enviada para o amante do criminoso, natural de Ohio, Estados Unidos.

O criminoso – que foi preso por mais de 10 anos acusado de crimes sexuais que envolviam crianças – molestou a cadela arraçada de boxer e revelou na carta que queria repetir o ato com o seu companheiro e recrutaria um adolescente para filmar todo o crime.

Apesar da confissão dos crimes e de ter sido acusado de contacto sexual com um animal – um crime cuja pena máxima são 90 dias de prisão – Turner não foi para a prisão. Em vez disso ficou em liberdade condicional durante cinco anos.

A juíza Michelle Earley proibiu ainda o condenado de ter qualquer contato com animais.

Scott Turner
Scott Turner

Os pormenores chocantes da carta

Scott Turner terá escrito na carta ao seu amante que não o partilharia a não ser com «um amigo de quatro patas».

«Eu vou partilhar-te com um amigo de quatro patas – realmente estou ansioso para experimentar isto contigo».

A juntar às ofensas sexuais ao animal, o criminoso propôs ainda ao companheiro: «Gostavas de ter um jovem (adolescente) que nos gravasse juntos?»

DanaMarie Pannella
DanaMarie Pannella

De acordo com DanaMarie Pannella, tutora do animal, Athena estava a comportar-se de forma estranha depois de ter estado com Scott. A cadela não parava de se lamber, estava com medo do contacto humano e não parava de ladrar por, aparentemente, razão nenhuma.

Fonte: Impala News / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.