Hospital Veterinário do Recife (PE) agenda castração de cães e gatos a partir desta segunda

130
As marcações para o mês de abril vão até a quarta-feira (4)). A Secretaria Executiva dos Direitos dos Animais disponibiliza cerca de 50 vagas por dia, de segunda a sexta-feira (Foto: Inaldo Lins/PCR)
As marcações para o mês de abril vão até a quarta-feira (4)). A Secretaria Executiva dos Direitos dos Animais disponibiliza cerca de 50 vagas por dia, de segunda a sexta-feira (Foto: Inaldo Lins/PCR)

O Hospital Veterinário do Recife (HVR), localizado no bairro do Cordeiro, inicia, nesta segunda-feira (2), os agendamentos das castrações gratuitas de cachorros e gatos para o mês de abril. A Prefeitura do Recife, através da Secretaria Executiva dos Direitos dos Animais (Seda), disponibiliza cerca de 50 vagas por dia, nas manhãs de segunda a sexta-feira. Desde outubro de 2013, a Seda já realizou mais de 17 mil castrações de caninos e felinos, machos e fêmeas.

Os moradores da cidade do Recife podem agendar a cirurgia pelos telefones 3355-8639 e 3355-9413, das 8h às 12h e das 14h às 17h, até a próxima quarta-feira (4). Quando todas as cerca de mil vagas disponibilizadas para o mês são preenchidas, suspende-se a marcação e o interessado deve voltar a ligar nos três primeiros dias úteis do mês seguinte. Através desse contato, os tutores são orientados sobre o pré-operatório e sobre a documentação que precisa ser levada no dia da cirurgia do animal. A Seda pede que o público insista nas ligações, já que, em todo início de mês, a procura tem sido alta e por isso os ramais ficam bastante ocupados.

Na data agendada, os cachorros e gatos são avaliados pelos veterinários da Seda para saber se estão aptos a realizar a cirurgia. Eles precisam estar há 12 horas de jejum. As cadelas não podem estar no cio, gestantes ou amamentando. Os tutores precisam levar original e cópia da carteira de identidade, CPF e comprovante de residência. Depois da operação, os animais voltam para casa no mesmo dia.

Todos os cães e gatos castrados recebem um microchip para identificação individual. Através do número desse microchip, que é intransferível, é possível obter as informações do tutor do animal. Caso o bicho de estimação perca-se, é mais fácil localizar o responsável.

Fonte: Prefeitura de Recife

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.