Idosa é detida e multada em mais de 2 mil reais por manter em cativeiro ave da fauna silvestre

Uma senhora foi conduzida à delegacia de Polícia Civil e multada por manter em cativeiro um animal da fauna silvestre nessa quarta-feira (09). Após a autuação, o papagaio que já é bastante domesticado foi devolvido aos cuidados da tutora.

Segundo informações do sargento Ivair da Polícia Militar de Meio Ambiente, a apreensão da ave aconteceu durante diligências da Polícia Militar para localizar o autor de um homicídio que aconteceu durante a madrugada.

Durante as diligências, os policiais chegaram até uma residência onde a ave era mantida em cativeiro. Questionada, a proprietária alegou que não possui os documentos que autorizam a guarda da ave.

Diante dos fatos, a senhora foi conduzida por manter animal da fauna silvestre brasileira sem autorização, conforme lei 9605/98, de crimes ambientais. Ela foi autuada e aplicada uma multa de R$2.874,56.

Como não há um local adequado para manter e cuidar do papagaio, e por ela já ser bastante domesticado, o delegado optou por deixar o animal sob os cuidados da senhora até o final do processo.

O sargento Ivair aproveitou para orientar as pessoas que possuem animais da faunas silvestre e queira fazer a devolução. “A polícia ambiental orienta as pessoas que tenham qualquer tipo de ave e queira fazer a entrega voluntária, faça contato conosco. Iremos receber essa ave e a pessoa não arcará com qualquer penalidade.

Caso a gente depare com um animal preso em qualquer residência, além de pagar uma multa razoavelmente cara, responderá pelo crime.”, alertou.

Por André Amâncio

Fonte:Patos Agora

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.