Investigação secreta revela funcionários de zoológico maltratando animais. Vamos fechá-lo!

8491

Em geral, a menção a zoológicos ainda tende a nos trazer boas imagens à mente: educação animal, viagens em família, etc. Infelizmente, é só olhar um pouco mais de perto para as condições em que os animais vivem em vários zoológicos, que a realidade da situação se torna muito clara. Recentemente, foi feita uma descoberta chocante na questão de tratamento animal e suas condições de vida em um zoológico de beira de estrada em Ontario, graças a uma filmagem secreta.

A filmagem do Papanack Zoo em Ottawa foi divulgada pela organização de direitos animais canadense Animal Justice. Filmado um ano atrás e divulgado em 11 de agosto de 2017, o vídeo mostra empregados do zoológico maltratando os animais do local, bem como condições de vida angustiantes em que os animais são forçados a viver.

O vídeo traz à tona inúmeras práticas extremamente alarmantes cometidas no zoológico. Entre elas, a Animal Justice cita filhotes sendo roubados de suas mães para serem entregues nas mãos do público e usados em selfies, um gerente descrevendo seu “treinamento” de um filhote de leão batendo repetidamente no rosto do animal, um guaxinim, um gambá e um lince sendo cutucados e forçados a posar para fotos para um reality show, a direção afirmando que vários cervos-do-padre-david quebraram seus pescoços correndo em direção à cerca, e animais com comportamentos repetitivos que sugerem zoochosis, como caminhar de um lado para o outro e se balançar para frente e pra trás, demonstrando problema psicológico profundo.

A Animal Justice afirmou que denunciou o caso na justiça. O grupo também enfatizou que essa não é a primeira vez que o Papanack Zoo chama atenção. Em 2016, um incidente com um dos proprietários atirando no leão Zeus após ele fugir da sua jaula causou muita discussão. Não há o que questionar sobre a continuidade do estabelecimento, já que ele tem demonstrado tamanha falta de cuidado e total falta de respeito com a vida selvagem em cativeiro.

A organização apela para que todos tomem uma atitude: compartilhem a campanha para conscientizar sobre o problema e assinem uma carta à Primeira Ministra de Ontario, Kathleen Wynne, e à Ministra de Segurança da Comunidade, Marie-France Lalonde, para acabar com a crueldade no zoológico e proteger os animais que lá vivem de quaisquer outros maus-tratos inaceitáveis.

Esse é, infelizmente, apenas um exemplo de maus-tratos em atrações com animais em cativeiro. Pode ser tentador ver animais no zoológico, mas lembre-se, esses animais pertencem, primeiramente e acima de tudo, à natureza, e não importa quão bom o recinto possa parecer, ele não é nada perto da natureza. Se você está interessado em ver animais de perto e não contribuir com pessoas que lucram a partir do seu cativeiro, pense em visitar um santuário confiável. Para saber mais, clique aqui.

Por Aleksandra Pajda / Tradução de Carla Lorenzatti Venturini

Fonte: One Green Planet

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.