Homem enrolou uma toalha na cabeça do animal nesta quinta-feira (11) em Búzios, no RJ (Foto: Ronald Pantoja / Secom de Búzios)

Jacaré aparece ferido em praça de Búzios (RJ) e foto flagra homem levando o animal antes do socorro chegar

Um jacaré, que apareceu ferido na manhã desta quinta-feira (11) em Armação dos Búzios, na Região dos Lagos do Rio, foi levado por um homem acompanhando de um grupo antes do socorro chegar. Uma foto flagrou a ação na Praça Santos Dumont, minutos depois do réptil ser atropelado, segundo testemunhas.

Na imagem, o jacaré aparece sendo carregado com uma toalha na cabeça. Ele foi colocado na caçamba de um carro e levado, segundo moradores.

Ao saber da situação, Cláudia Valéria, que é presidente do Coletivo por Amor aos Animais de Búzios, contou que acionou o Instituto Ambiental Phenix de Animais Silvestres (Iapas), localizado em São Pedro da Aldeia, e a secretaria de Meio Ambiente de Búzios.

“Estava acionando alguns órgãos para cuidar do animal. No meio da correria, um rapaz me avisou o seguinte: ‘Veio um cara aqui com um monte de homem. Não pude fazer nada. Levaram o bichinho. Ainda saiu daqui rindo falando que iria comer o animal’. Como assim, né?”, conta a Cláudia.

“O animal estava ferido e precisava ser socorrido. O homem simplesmente pegou o jacaré na cara de todo mundo. Ele estava ferido, tadinho”, conta.

Segundo o secretário de Meio Ambiente, Cassio Cunha, o órgão municipal foi acionado por volta da 9h e, quando os agentes chegaram ao local, cerca de quatro minutos depois, o jacaré havia sumido.

Vídeo mostra soltura

Durante o secretário de Meio Ambiente informou que um vídeo foi postado no Facebook mostrando o homem soltando o jacaré em uma lagoa. Porém, Cunha disse que ainda não conseguiu contato com o homem para explicar porque ele pegou o jacaré.

O G1 também tenta contato com o homem para mais esclarecimentos.

Numa página no Facebook, o Instituto Ambiental Phenix de Animais Silvestres disse que, se o jacaré foi solto e está com a pata quebrada, ele não sobreviverá. “O homem do mesmo jeito errou e condenou o animal a morte”, afirmou em postagem.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.