Animais às vezes ficam soltos no canteiro, mas também há gaiolas (Foto: Fabrício Christ/TV Gazeta)

Jardim com animais em canteiro no Centro de Vitória (ES) causa polêmica

Um jardim em um canteiro bem no meio do Centro de Vitória está causando polêmica. No espaço aberto ao público há bichos como coelhos, preás e galinhas, onde as pessoas podem interagir com o meio ambiente. Alguns defendem que esse tipo de intervenção é saudável em uma área urbana, mas outros estão denunciando a situação como um caso de maus-tratos aos animais.

Vídeo: Jardim com animais em canteiro no Centro de Vitória causa polêmica.

O espaço foi criado em 2011, no Dia do Meio Ambiente, para acabar com um ponto de lixo viciado que crescia cada vez mais. O responsável foi o comerciante Eugênio Martini, que tem um estabelecimento bem em frente ao canteiro. Ele contou que a intenção também era usar a natureza para combater a violência na região.

“Eu queria melhorar o ambiente a minha volta, então nós monitoramento tudo e fizemos o jardim como ponto de apoio para sensibilizar as pessoas, para humanizar o ambiente”, explicou.

Para o engenheiro Denner Néspoli, isso funcionou. “Eu acho esse espaço sensacional, pois tem essa interatividade com as crianças e também com as pessoas que passam pelo Centro ou vindo a trabalho. Você pode ter um momento de lazer aqui”, disse.

Entretanto, para a advogada e defensora de animais Carolina Dias, os bichos não estão vivendo de forma adequada. Ela contou que passa com frequência pelo local para ir até o Fórum de Vitória.

“O que incomoda realmente é ver os animais em uma situação tão ruim, tão deprimente. Vivem engaiolados e sempre amontoados, vários deles. Não há alimentação adequada disponível e essa não é a melhor maneira de promover uma educação ambiental se tratando de animais silvestres”, falou.

Ela ainda explicou que os animais não estão tendo um acompanhamento adequado. ” Coelhos e porquinhos-da-índia não são animais de estimação, são animais exóticos e devem ter um acompanhamento adequado de um veterinário especializado em animais exóticos”, disse.

A Prefeitura de Vitória disse que recebeu mais de 20 denúncias de maus-tratos aos animais no jardim, e que uma veterinária foi ao local e constatou várias irregularidades.

“Os animais estão no meio de uma via pública, dentro de gaiolas na maior parte do dia, debaixo de sol, de chuva, sem acompanhamento adequado, com acesso de todas as pessoas que passam na rua, que podem pegar, manusear, até machucar esses animais. Então a ideia é justamente que, como não é um local apropriado e eles não estão em condições apropriadas, que se faça a remoção dos animais e os coloquem em local realmente apropriado”, explicou o representante da prefeitura no assunto, Ademir Barbosa Filho.

Ainda de acordo com a prefeitura, o comerciante se recusou a assinar a notificação de que precisa retirar os animais do local, mas está sujeito a uma multa que varia de R$ 500 a R$ 3 mil por bicho.

Eugênio Martini disse que só vai retirar se a maioria dos moradores da região concordar. “Eu só vou acabar de uma forma, se a maioria da população fizer um abaixo-assinado para acabar. Se a maioria da comunidade quiser, eu acabo, senão não acabo não”, finalizou.

Crianças interagem com a natureza no canteiro, no Centro de Vitória. (Foto: Fabrício Christ/TV Gazeta)

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.