Jovens advogadas criam projeto para ajudar ONGs em Teresina, PI

Jovens advogadas criam projeto para ajudar ONGs em Teresina, PI

Com o propósito de poder ajudar ONGs de Teresina que trabalham voluntariamente no tratamento de animais maltratados e abandonados, as jovens advogadas Bruna Campos, Helayne Sabrine e Sthefanne Alencar, criaram um projeto que busca arrecadar dinheiro com a venda de livros e doar todo o lucro para as instituições. Todo este material está sendo doado por várias pessoas, e custam entre R$ 5 a 10 reais.

O ‘Sebo Solidário –Amor de Patas’, é o nome do projeto criado por um trio de advogadas que desejam ajudar as organizações no custeio das necessidades dos bichinhos.

“Nós sempre tivemos a ideia de poder ajudar esses animais, todas nós tínhamos um desejo grande de fazer resgates. E nós percebemos que as ONG’s tinham muita dificuldade de poder fazer os resgates de animais abandonados, justamente por falta de recursos, então nós pensamos nesse projeto para tentar ajudar essas organizações”, disse Sthefanne Alencar, uma das organizadoras do projeto.

Sthefanne Alencar. (Foto: Gustavo Miranda/R10)

Projeto:

O grupo está organizando a 1° Feira Sebo Amor de Patas, que será realizada no próximo dia 10 de junho entre 10h às 18h, no Centro de Ciências Humanas e Letras da UFPI. Na ocasião, o voluntário poderá comprar ração a um preço acessível e fazer a troca por livros. Comprando um pacote de ração para cachorro e outro para gato, você pode trocar por 1 livro de sua escolha.

Como ajudar:

As pessoas que quiserem ajudar podem entrar em contato com a equipe através da conta no Instagram ‘Sebo Solidário – Amor de Patas’ e também através de pontos de apoio nos bairros Rendenção, Morada Nova e Cristo Rei.

Aqueles que quiserem fazer a compra de livros deverão escolher a qual instituição pretende ajudar e fazer o depósito na conta da organização escolhida (Disponível no Instagram). Após isso, o livro será entregue com a comprovação do deposito enviado via mensagem pelo Instagram. Com isso, será marcado previamente o dia e hora para fazer a entrega do produto.

Por Bruno Paz

Fonte: R10

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.