Jovens que esmagaram e mataram 79 leitões são condenados a 15 meses de prisão

Procuradoria defendeu que os jovens mataram os animais "de maneira injustificada e cruel".

7262
Os leitões esmagados pelos jovens | GUARDA CIVIL DE ESPANHA
Os leitões esmagados pelos jovens | GUARDA CIVIL DE ESPANHA

Um tribunal de Almería, na Espanha, condenou a 15 meses de prisão por crime de maus-tratos a animais os dois jovens espanhóis que mataram 79 leitões e difundiram um vídeo nas redes sociais. Ambos ficam impedidos de trabalhar em profissões em que tenham contacto com animais, durante mais de três anos, e terão de pagar uma indemnização de 4.470 euros, 60 euros por cada leitão, à empresa tutora dos animais.

Os jovens, de 19 e 22 anos, trabalhavam numa granja de suínos em Huércal-Overa, na província de Almería. No dia 7 de janeiro de 2016, enquanto um deles saltava por cima de leitões, que “tinham entre 19 e 27 dias” de vida, o outro filmava com o telemóvel, segundo o El Periódico.

O vídeo de cerca de 20 segundos foi depois divulgado nas redes sociais, provocando uma onda de indignação no país, e levou as autoridades ao proprietário da quinta.

A procuradoria defendeu que os jovens mataram “de maneira injustificada e cruel” os animais e que o rapaz saltava “como se estivesse numa piscina” para cima dos leitões.

O veterinário da quinta relatou ter encontrado 19 leitões mortos e 53 feridos no dia a seguir aos incidentes. Contudo, os animais foram morrendo ao longo dos dias, devido aos traumatismos.

Fonte: Diário de Notícias / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.