Juiz de Fora (MG) pode ter ‘disque-adoção’ de animais abandonados

240

Juiz de Fora poderá ganhar um sistema telefônico para fomentar a adoção de animais tratados e abrigados no canil e gatil do município. A possibilidade foi aberta com a sanção do projeto de lei de autoria do vereador Marlon Siqueira (MDB), cujo tema central é a criação de um disque-adoção. O texto da legislação foi publicado nesta quinta-feira (8) no Diário Oficial Eletrônico do município.

De acordo com o texto sancionado pelo prefeito Bruno Siqueira (MDB), a linha telefônica a ser destinada para receber as solicitações poderá ser utilizada em conjunto com outra linha preexistente, sem prejuízo da utilização de outros canais diretos com o cidadão disponibilizados pela Prefeitura.

Ainda de acordo com a proposição, os interessados em adotar os animais em questão precisarão comprovar requisitos a serem estabelecidos pelo órgão municipal competente. O estímulo ao acolhimento também poderá ser estendido a outros animais em condições de abandono que estiverem sob a tutela do órgão municipal responsável.

Na justificativa apresentada, o vereador argumenta que o projeto traduz anseios da sociedade, “que almeja ações educativas voltadas a estimular o cuidado com os animais e a posse consciente”. “Com as medidas deste projeto, o Poder Público poderá contar com uma ferramenta de aproximação para o munícipe que queira adotar um animal. Entretanto, tal facilidade deve ser aliada à preocupação em promover uma seleção responsável dos adotantes, filtrando, por exemplo, adoções tempestivas”, defende o político, em sua justificativa.

Fonte: JF Clipping

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.