Foto: André Moreira/Equipe JC

Justiça proíbe venda de animais vivos no Mercado Thales Ferraz, em Aracaju, SE

A vereadora Kitty Lima (Rede) esteve na Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) para cobrar a execução da decisão judicial que proíbe a venda de animais vivos no Mercado Thales Ferraz, em Aracaju. O órgão já foi informado da decisão e recebeu prazo de 15 dias úteis, a partir da notificação, para cumprir a liminar.

Defensora dos direitos animais e representante da causa animal na Câmara, Kitty impetrou uma ação na Justiça para que a decisão já proferida contra a venda de animais vivos no Mercado Albano Franco fosse estendida ao Mercado Thales Ferraz.

A parlamentar comemorou a decisão favorável que visa pôr um fim ao comércio de animais vivos na região central da capital ao mostrar que a Justica de Sergipe entendeu o sofrimento ao qual eles são sujeitos.

“Estou muito feliz com essa vitória. Minha ida até à Emsurb foi para dizer que a decisão foi favorável aos animais e que o órgão precisa fazer a retirada imediata deles do Thales Ferraz também. É bom que a população saiba que existem muitas pessoas comprometidas com a causa animal e bem-estar dos animais, e eu sou uma delas. Luto incansavelmente todos os dias para que todos os animais sejam respeitados e que tenham o direito a uma vida digna e saudável, e por isso precisamos combater toda e qualquer situação configurada como maus-tratos”, explica Kitty.

O presidente da Emsurb, Luís Roberto, disse à vereadora que já encaminhou as notificações aos comerciantes sobre a proibição da comercialização de animais no Mercado Thales Ferraz. “A decisão foi tomada por vários motivos, o principal deles é o sofrimento ao qual esses animais são submetidos ao ficarem expostos ao sol em gaiolas que não estão de acordo com o porte de cada um deles, sem água, comida, e muitos deles doentes sem nenhum tipo de tratamento. É preciso ainda que a Emsurb faça fiscalizações constantes para termos a certeza que a decisão judicial esta sendo respeitada. A gente precisa dar um basta a essa crueldade que é cometida nos mercados de Aracaju”, esclareceu a vereadora.

Fonte: Jornal da Cidade

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *