Proposta foi aprovada há poucos dias pelos vereadores

Lei que proíbe cachorros em corrente só espera assinatura de prefeito de Itajaí, SC

Um projeto aprovado há poucos dias pelos vereadores de Itajaí e que proíbe manter cachorros e outros animais domésticos em corrente só espera o canetaço do prefeito Volnei Morastoni (MDB) para virar lei.

“A assinatura e a publicação da lei deve sair em no máximo em 10 dias”, acredita a vereadora Renata Narcizo (Solidariedade), autora da proposta.

Se a lei for publicada, pode resultar até em multa para quem for pego deixando o animal na corrente.

Por Sandro Silva

Fonte: Diarinho

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.