Macaco-prego na rua Ernesto Alves (Foto: Divulgação)

Macaco-prego está solto pelo Centro de Santa Cruz do Sul, RS

Voluntário de uma ONG de proteção aos animais, Murilo Silva trafegava pelo Centro de Santa Cruz do Sul, na manhã deste domingo, 10, quando avistou um macaco-prego. O animal estava nas proximidades do Hipermercado Big e seguiu pela via em direção à Zona Norte. Pouco antes da esquina com a Rua Fernando Abott, em frente ao prédio onde funcionava uma padaria, conseguiu cercar o macaquinho.

“Ele ficou próximo de uma árvore que tem na calçada, então liguei para os bombeiros para que ajudassem no resgate”, contou. Enquanto aguardava o deslocamento do Corpo de Bombeiros, contudo, o animal fugiu. “Ele subiu na árvore, passou pelos fios e foi pra cima do telhado de uma casa de festa, que fica do outro lado da rua”, explicou. Ao chegarem no local, os bombeiros não o encontraram.

Foto: Murilo Silva
Foto: Murilo Silva

A recomendação do Corpo de Bombeiros é que, caso alguém aviste o animal, chame os bombeiros pelo 193 e permaneça no local para garantir que ele não voltará a fugir. Não é aconselhável tentar capturar o macaco por conta própria, alertam os bombeiros, pois o animal pode reagir de forma agressiva.

Por Fernanda Szczecinski

Fonte: GAZ


Nota do Olhar Animal: O risco de eletrocussão é grande. É urgente que o macaco seja capturado e solto em área menos perigosa para ele.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *