Mais de 200 aves silvestres são apreendidas em Guarabira, PB, em julho

Duas pessoas foram detidas e 65 aves apreendidas. Ao todo, oito pessoas já foram autuadas.

260
Mais de 200 aves silvestres foram apreendidas em Guarabira, Agreste da Paraíba, no mês de julho (Foto: Ten. Jerônimo/4º BPM)

Mais de 200 aves silvestres foram apreendidas no mês de julho em Guarabira, Agreste da Paraíba, e oito pessoas presas. Nesta quarta-feira (26), duas pessoas foram detidas e 65 aves silvestres que estavam sendo vendidas ilegalmente foram apreendidas em operação do Batalhão de Polícia Ambiental, na feira de troca do bairro Cordeiro.

As duas pessoas presas assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) na Delegacia de Polícia Civil de Guarabira e vão pagar multa pela posse dos pássaros das espécies golado, papa-capim, azulão, sabiá, bigodinho, sangue de boi e galo de campina.
A operação comandada pelo Tenente Renan teve como objetivo coibir crimes ambientais na cidade. No dia 8 de julho foram apreendidos 143 pássaros também em Guarabira e seis pessoas detidas na Operação Voo Livre, realizada na feira livre da cidade.

3 mil animais silvestres resgatados

Neste ano já foram apreendidos mais de 3 mil animais silvestres na Paraíba. O superintendente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) na Paraíba, Thiago Maranhão, disse que “se existe o traficante é porque existe o mercado final, o consumidor. O grande responsável pelo tráfico animal não é aquele que vai buscar e vender, mas aquele que vai adquirir”.

As pessoas que criam animais silvestres sem registro podem devolver voluntariamente ao Ibama ou à Polícia Ambiental que não vão ser penalizados.

Multas por criação, venda e tráfico de animais silvestres no Estado já somam mais de R$ 9 milhões.

Apreensão desta terça-feira (26) em Guarabira, coibiu a venda ilegal das aves na feira de troca do bairro Cordeiro (Foto: Ten. Renan/4º BPM)

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.