Foto: Divulgação

Mais de 40 animais já foram transferidos para abrigo da Ampara, em Passo Fundo, RS

Aos poucos a Associação Municipal de Proteção aos Animais em Risco ou Abandonados (Ampara) de Passo Fundo está recebendo os animais que eram abrigados pelo Capa em sua sede, no distrito de Bela Vista. Até essa quarta-feira, 42 animais já haviam sido transferidos pela Prefeitura. A transferência está acontecendo aos poucos para garantir a melhor adaptação dos animais.

A Ampara foi a organização vencedora do chamamento público realizado pela Prefeitura para abrigamento de animais. A ideia agora é seguir com transferências diárias que todos os cerca de 300 animais do antigo abrigo possam estar na sede da associação, segundo informa o secretário de Meio Ambiente, Rubens Astolfi. “A Ampara participou do chamamento público que foi aberto para este fim e atendeu todas as exigências do edital”, destaca o secretário.

Mediante auxílio financeiro do termo de colaboração a Ampara deve: abrigar, amparar, proteger e alimentar animais de pequeno porte (cães e gatos) abandonados ou em situação de rua; realizar controle de natalidade, atendimento veterinário, campanhas de adoção, conscientização e viabilização; e manutenção da estrutura física já existente. Ainda, haverá a necessidade de comprovação mensal das atividades.

Ao município cabe repassar os recursos, coordenar, fiscalizar, acompanhar e avaliar execução dos serviços prestados. Além disso, examinar e aprovar o plano de trabalho e a prestação de contas. A vigência do termo de colaboração é de 12 meses. Destaca-se ainda que as despesas excedentes ao valor repassado pelo município deverão ser arcadas pela associação.

Histórico

O município possuía convênio para a mesma atividade com a ONG Capa. Em decorrência da nova legislação federal vigente, o município regulou a atividade, que a partir de agora prevê a necessidade de chamamento público, e não a simples renovação de convênio.

Fonte: O Nacional

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.