Maratonista quer transformar corrida em doação para Sociedade Protetora dos Animais de Volta Redonda, RJ

212

Um sentimento de solidariedade e doação foi o que levou o fotojornalista e ultramaratonista nas horas vagas, Ernesto Carriço, a transformar a sua participação em uma corrida na Patagônia em doação para a Sociedade Protetora dos Animais de Volta Redonda (SPA).

De acordo com Carmem Marques, presidente da SPA, o Ernesto conhece bem as dificuldades que a SPA está passando e como também é apaixonado por animais resolveu dar uma força a ONG através de uma campanha de doação de rações. “A ideia foi dele que sabe das dificuldades que estamos passando e é apaixonado por animais. E como ele é de Volta Redonda, mas trabalha no Rio, resolveu nos dar um apoio através de uma campanha criada por ele. Nos dias 6 e 7 de abril ele vai participar do ‘PATAGÔNIA RUN’, uma corrida de longo percurso com 160 KM de extensão”, destacou.

Segundo a representante da SPA, a proposta dele é transformar as 100 milhas da corrida em 160 km de doações, revertido o que for arrecadado para a SPA. Com esse objetivo ele está buscando apoio para que a cada 10 km cumpridos, o apoiador doe um saco de ração de 25 kg pra SPA.

– Como ele vai correr 160 km, estamos querendo formar um grupo com 16 pessoas doando um saco de 25 k. Seria um incentivo para ele correr e uma mega ajuda para a SPA. Quem quiser nos apoiar e incentivar a prática de esportes linkada a causas sociais entre em contato com ele ou conosco através do telefone 24 99985-7023 ou inbox”, convidou.
Esses 160 km ressalta Carmem, seriam divididos em 16 etapas de 10 km e cada apoiador assumiria uma dessas etapas. E no caso dele não conseguir completar os 160 km, o total de km realizados seria dividido entre os 16 participantes.

Por exemplo: 160 km = 16 doações (16 sacos de 25 kg); 100 km = 10 sacos de 25 kg divididos entre os 16 apoiadores e assim por diante. Atualmente Ernesto Carriço é responsável pelo Canal Ultramaniadecorrer no Youtube e tem o perfil Ultramaniadecorrer.

Fonte: Diário do Vale

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.