Cachorros não desgrudaram do dono. Eles foram colocados para fora, mas permanecerem em à unidade e só foram embora após o dono receber alta (Foto: Direto das Ruas)

Melhores amigos: cães seguem tutor e esperam atendimento em UPA

O exemplo de lealdade e amizade de dois cães que seguiram a ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e foram parar ao lado do dono na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Vila Almeida, em Campo Grande, MS, chamou a atenção de pacientes e plantonistas da unidade. A cena dos animais próximo à maca onde o paciente recebia os primeiros atendimentos foi registrada em fotos e as imagens foram parar nas redes sociais.

Conforme a assessoria de imprensa da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública), o paciente foi socorrido por uma equipe do Samu, na Rua Américo Brasiliense, no Bairro Vila Almeida, a quatro quadras da unidade.

Com sinais de embriaguez, a vítima apresentava crise convulsiva e tremores, segundo informações do médico que fez o atendimento. O paciente foi socorrido e os cães que o acompanhavam seguiram a viatura e foram parar na sala de atendimento. “O branquinho só chora”, comentou uma plantonista sobre o cachorro preto com manchas brancas.

Na imagem, um dos cães aparece com a pata sobre a maca. Em outra, um dos bichos está na maca. Ainda conforme a assessoria de imprensa da Sesau, os animais foram retirados, em razão das medidas de segurança sanitária. Mesmo assim, permaneceram em frente à unidade até que o dono recebesse alta, na manhã desta terça-feira.

O Campo Grande News tentou encontrar o paciente, na região onde foi socorrido, mas até o fechamento deste texto não havia sido localizado. Segundo informação dos plantonistas, o homem não tem residência fixa e o endereço informado por ele durante atendimento não foi encontrado pela assistente social da unidade.

Animais parados à espera do atendimento ao tutor.
Animais parados à espera do atendimento ao tutor.
O cão chegou a subir na maca.
O cão chegou a subir na maca.

Fonte: Campo Grande News

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.