MEXICO Cub-growl-3k-x-1550-734x375 thumb m

México bane animais selvagens em circos

Tradução de José Eduardo Droghetti Haddad

MEXICO Cub-growl-3k-x-1550-734x375

Em uma enorme vitória para os animais, o México aprovou a legislação banindo o uso de animais selvagens em circos, tornando-se a 29ª nação a instituir uma proibição de animais em circos e proclamando uma das maiores conquistas na campanha pelo fim do sofrimento dos circos.

A proibição, que agora está aguardando a assinatura do Presidente para se tornar uma lei, foi aprovada pelo Senado e pela Casa dos Representantes com 267 votos a favor, 76 contra e 40 abstenções.

O Senador Jorge Emilio González Martínez (PVEM) propôs a medida ano passado como uma emenda à legislação ambiental e de vida selvagem do México, Lei Geral de Equilíbrio e Proteção Ambiental. Aqueles culpados de cometer uma infração sob a nova legislação enfrentam grandes multas de 50 até 50.000 vezes o salário mínimo – o equivalente a quase $ 225.000 / $ 50.000. O Partido Verde no México pediu que ADI comece a divulgar a lei pelo país.

Conforme o abuso nos circos foi sendo exposto, a legislação proibitiva começou a se propagar pelo mundo. Uma investigação secreta da ADI em circos na América do Sul foi chave em conseguir proibições em nove países latino-americanos.

Essa proibição é um marco para acabar com o sofrimento de animais em nome do entretenimento. O grupo ADI observa que a legislação para acabar com o uso de animais selvagens está se disseminando progressivamente pelo mundo e que agora está na hora de países como Grã-Bretanha e Estados Unidos aderirem.

Fonte: ADI

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.