Milhares de leões estão sendo criados para serem mortos como troféus de caças. Vamos parar essa loucura!

978
Foto: Vinodtiwari2608 / Wikimedia Commons
Foto: Vinodtiwari2608 / Wikimedia Commons

Quando olhamos para os olhos de um felino, não podemos deixar de nos lembrar dos nossos pequenos amigos felinos em casa, e ficamos instantaneamente apaixonados pela semelhança. Como resultado, as pessoas muitas vezes exploram esses felinos para atrair turistas que pagam uma grande soma para encontrá-los.

Selfies com felinos selvagens e atrações onde se pode acariciá-los são populares em todo o mundo, cobrando dos turistas para segurarem e alimentarem felinos filhotes, como leões e tigres. O que muitos turistas não percebem, no entanto, é que esses filhotes adoráveis foram, mais do que provável, o resultado de “reprodução rápida”, o que significa que eles são tirados de suas mães imediatamente após o nascimento para que possam se acostumar a serem manipulados por humanos, e as mães possam emprenhar novamente o mais rápido possível.

O que acontece com esses filhotes depois que eles “passam da idade” para esse tipo de atração turística? Enquanto muitos são vendidos a proprietários privados que veem felinos como símbolos de status, outros são vendidos para zoológicos de beira de estrada, ao passo em que outros tragicamente acabam morrendo por uma bala em uma caça aos troféus.

De acordo com uma petição no site Care2, há cerca de 200 fazendas de leões na África do Sul, com 6.000 a 8.000 leões que estão sendo criados para “caças enclausuradas”, mais comumente conhecidas como caças aos troféus. Depois que os filhotes estão muito velhos para atrair os turistas para “cuidarem” dos bebês “órfãos”, eles são colocados em uma área cercada onde os caçadores de troféus podem escolher em qual felino majestoso atirar e matar.

Com os índices atuais, a petição declara que cerca de 20 mil leões estarão à espera de serem baleados e mortos nestas caças em fazendas de leões até 2020. Se você está indignado com essa prática sangrenta, por favor, assine a petição endereçada ao presidente sul-africano Jacob Zuma, informando-o que o mundo está observando e desaprovando.

E compartilhe este artigo em suas redes sociais para aumentar a conscientização sobre este sério problema!

ASSINE A PETIÇÃO

Por Natasha Brooks / Tradução de Ana Carolina Figueiredo

Fonte: One Green Planet

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.