Cerca de 30 animais de rua foram sacrificados nesta terça-feira (6) no município de Igaracy (Foto: Reprodução / Tv Paraíba)

Ministério Público abre inquérito para apurar matança de animais a PAULADAS em Igaracy (PB) e pede demissão de secretário

A Promotoria de Justiça de Piancó instaurou um inquérito civil público, nesta quarta-feira (7), para apurar denúncia de mortes a pauladas de aproximadamente 50 cachorros no interior de imóvel público em Igaracy, no Sertão do Estado.

O caso aconteceu na terça-feira (6) e ganhou grande repercussão nas redes sociais com o compartilhamento de imagens e vídeos, que aportaram na promotoria.

De acordo com informações, a matança teria ocorrido sob a responsabilidade direta e pessoal do secretário José Carlos Maia, que teria autorizado ou permitido o ato, ainda que por omissão.

De acordo com informações da promotoria, o secretário teria cometido, em tese, infração penal e ato de improbidade administrativa decorrente do exercício do cargo.

Foto: Reprodução/ Internet
Foto: Reprodução/ Internet

Por isso, foi encaminhado ofício ao prefeito de Igaracy, José Carneiro Almeida da Silva, requisitando a exoneração imediata de José Carlos Maia do cargo de secretário de Saúde, haja vista a flagrante violação aos princípios da legalidade, moralidade e legitimidade, inerentes ao cargo público, bem como para não atrapalhar as investigações.

Também foi concedido prazo de cinco dias para que o prefeito preste informações referentes ao levantamento do número de animais nas ruas, com as respectivas zoonoses e laudos veterinários, comprovando as doenças, bem como, quanto à retirada e transporte, detalhando ainda como se procedeu a matança dos animais, de acordo com as normas sanitárias.

O Ministério Público também encaminhou ofício para a Delegacia de Polícia Civil, requisitando a instauração de inquérito policial, inclusive para preservação e realização de imediata perícia no local do crime.

Ainda de acordo com informações da promotoria, considerando as primeiras informações de que o Secretário Municipal de Saúde é médico veterinário, foi determinada a expedição de ofício para o Conselho Regional de Medicina Veterinária da Paraíba, requisitando a instauração de procedimento administrativo com vistas à aplicação das sanções administrativas e disciplinares inerentes à atividade de médico veterinário.

Fonte: Paraíba Online


Nota do Olha Animal: A notícia inicial, do G1, informava que os cães teriam sido exterminados com o uso de drogas. O site Paraíba Online agora revela que os animais foram massacrados a pauladas. Se matar os animais os animais já é imoral por si só, usar este método é um agravante que, pretendesse a legislação realmente ser justa, deveria resultar na prisão imediata de quem deu a ordem e de quem a executou. Sem falar na responsabilidade do prefeito pelos atos de seu secretariado.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.