Morador de rua teria violentado uma cachorra em Bucaramanga, na Colômbia

Morador de rua teria violentado uma cachorra em Bucaramanga, na Colômbia

A pessoa que a encontrou afirmou que o animal estava com o órgão genital exposto, em consequência da agressão que sofreu.

Diana Delgado, moradora do bairro San Francisco, denunciou um caso chocante de maus-tratos contra uma cachorra da raça Pug. A mulher afirmou que a encontrou correndo assustada pelas ruas e sangrando, quando foi olhá-la, viu que seu órgão genital estava exposto.

“Eu a vejo correndo assustada e então atravesso a rua para pegá-la e ajudá-la, tinha a vulva para fora e quando olho para cima vejo que ela estava sendo perseguida por um morador de rua que estava com as calças abaixadas. Comecei a gritar para que as pessoas me ajudassem e o homem se assustou e saiu correndo”, informou a mulher.

O animal foi levado a uma Clínica Veterinária, onde será realizada uma cirurgia. Após análises, os profissionais descartaram que os órgãos tenham sido afetados.

Agora, pelas redes sociais, procuram-se seus tutores.

Tradução de Bina Foloni

Fonte: Caracol 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.