Morador reclama de crueldade com cadela no interior de Santa Cruz do Sul, RS

Animal teria aparecido esfaqueado e com as orelhas cortadas nessa quinta-feira em Linha Nova

290

Um santa-cruzense relatou, na noite desta sexta-feira, 9, um caso de maus-tratos cometido no interior do município. Uma cadelinha, da raça linguicinha, de cerca de 2 anos, teria tido as orelhas cortadas, em Linha Nova. Ela também teria sido esfaqueada.

A crueldade teria acontecido nessa quinta-feira. Segundo Valdeci Auler, o animal pertencia a uma irmã dele, que mora naquela localidade. “Pela manhã, ela saiu para trabalhar e não viu a cadelinha. Mas quando voltou, no fim da tarde, contaram o que tinha acontecido”, conta o homem.

A cadela foi encontrada embaixo do chalé da família, agonizando. No entanto, não resistiu aos ferimentos e morreu. “Isso é revoltante. Eu tenho uma cadelinha, que é como se fosse da família. Se fosse com ela, eu não sei o que faria”, diz.

A família desconhece o motivo da crueldade. De acordo com Auler, a irmã vai registrar o crime de maus-tratos na Polícia Civil. “Isso não pode ficar assim”, comenta.

O caso foi divulgado pela tutora do animal no Facebook no fim da tarde dessa quinta. Até esta noite, a publicação tinha 103 compartilhamentos. “(…) piores que animais. Isso que chamo de maldade”, desabafou a mulher no post.

Fonte: GAZ

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.